terça-feira, 5 de junho de 2012


Destrua o hormônio que engorda

Incrível: uma substância escondida nos produtos do dia-a-dia pode ser o motivo que impede você de emagrecer! Veja como atacá-la

Publicado em 08/11/2008
Suzana Dias
Conteúdo do site ANAMARIA
Destrua o hormônio que engorda
Legenda: Alguns alimentos podem
combater o estrogênio ambiental
Foto: Dreamstime
Você acreditaria se alguém dissesse que a culpa dos seus quilinhos a mais é da poluição, dos produtos de limpeza ou dos cosméticos que você usa? Pois é isso: pelo menos parte do seu peso extra tem relação com esses fatores.

Alguns produtos e o ar poluído contêm uma substância parecida com o estrogênio, um hormônio que o corpo produz. Trata-se do estrogênio ambiental - esse nome é porque a origem dele é o meio em que vivemos.

O problema é que ele acaba sendo absorvido pelo corpo humano. Em grande quantidade, se torna prejudicial. "Estamos expostos a 15 vezes mais estrogênio do que estávamos há cem anos. Isso acaba dificultando a perda de peso", diz o americano Ori Hofmekler, autor do livro A Dieta Antiestrogênica (ainda sem tradução no Brasil).

Segundo ele, o estrogênio em excesso provoca no organismo várias reações que levam ao acúmulo de gordura e à dificuldade de emagrecer. É um verdadeiro "veneno" encontrado em pílulas anticoncepcionais, adubos, defensivos agrícolas e embalagens plásticas de alimentos, por exemplo.

Ajude seu fígado

 A boa notícia é que alguns alimentos podem combater o estrogênio ambiental. Eles são saborosos e fáceis de encontrar, como brócolis, peixes, alho e cebola.

Hofmekler criou uma dieta de duas semanas usando esses alimentos. Eles ajudam o fígado a funcionar melhor. Esse órgão é o grande responsável pelo metabolismo do estrogênio e da gordura. E mais: além de combater o hormônio que engorda, esses alimentos previnem o câncer e os sintomas da tensão pré-menstrual (TPM).

Você vai notar que, no jantar da segunda semana, entram em cena azeitona, azeite, abacate e nozes. Todos são fontes de boas gorduras, que estimulam a produção de outro hormônio, a progesterona. Ela neutraliza natural mente o estrogênio.

Alimentos que combatem o estrogênio

Brócolis, couve-flor, couve-de-bruxelas (repolhinho) e repolho: Contêm uma substância chamada indol, que ajuda o corpo a metabolizar o estrogênio.

Linhaça, óleo de linhaça e peixes (pescados na natureza, não criados em cativeiro): São excelentes fontes de ácidos ômega-3, que neutralizam o hormônio presente em outras gorduras.

Chás de camomila e maracujá: São ricos em crisina e apigenina, dois antioxidantes ligados à inibição da atividade do estrogênio.

Alho e cebola: Fontes de quercetina, um antioxidante que tem ação sobre as enzimas envolvidas na produção do hormônio.

Açafrão e caril (curry): Essas deliciosas especiarias contêm curcumina, uma substância inibidora dos efeitos do estrogênio.

6 comentários:

deia veloso emagrecimento disse...

este e meu problema estou com o nivel de estrogênio muito ,mais muito alterado o normal é até 214 o meu esta em 1.003, com isso vou ter até dificuldades para engravidar, não sei se vcs sabem mais este tipo de hormônio tem e varias coisas até em cosméticos, estou pesquisando a respeito para me cuidar melhor, e espero conseguir diminuir logo este problema bjs , e obrigada pelo apoio.

Desabafo.com disse...

nossa !!! nunca que eu ia imaginar isto !!!deia fechei o pacote de depilação a laser meu sonho em !!! depois te falo beijos ke

Daniele matos disse...

Passando rapidinho pra deixar um oi!
Estou firme sim no desafio, mais ando muito atarefada e só tenho parado em casa para trabalhar(serviços domésticos) rsrsrs , depois volto com mais calma. bjs

«√¡√¡» disse...

Oi Deia, interessante a materia, mas por aqui os quilinhos extra vieram de sem vergonhisse mesmo!!! kkkkk

Desabafo.com disse...

não te achei mais on line que peninha saudades ... beijos ke .

emagreSer disse...

Oie que post bacana, valeu bj